24 C
Aracaju
sexta-feira, setembro 24, 2021

Agentes disciplinares pedem apoio à Sejuc

Relacionadas

Os Agentes Disciplinares Penitenciários, que atuam no Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (Compajaf) estiveram reunidos com o secretário de justiça, Walter Lima, para pedir apoio. Na ocasião, os agentes expuseram as dificuldades enfrentadas na rotina do trabalho e denunciaram que estão sendo perseguidos pela direção da empresa Reviver.

Segundo Antônio Luiz, presidente do Sindicato dos Agentes Disciplinares Penitenciários de Sergipe (Sintradispen/SE), o secretário ouviu as denunciais e fará uma nova reunião para que as queixas sejam oficialmente registradas.

Antônio Luiz explicou também que a categoria teme um desemprego em massa, já que a Secretaria de Justiça anunciou que o contrato com a Empresa Reviver, que administra o Complexo Penitenciário não poderá ser renovado.

“A gente denunciou as perseguições e expusemos nossas reivindicações, pois eles não pagam a hora extra, adicional noturno nem o adicional de periculosidade. A categoria quer uma garantia de que não sejamos demitidos com o fim do contrato com a empresa Reviver, que termina em Dezembro”, diz o sindicalista.

Encontros

Na próxima sexta-feira, 23, os agentes se reúnem em uma nova assembleia, na Cut, às 19h30, para expor os encaminhamentos dados. Na oportunidade eles decidiram se darão um voto de confiança ao secretário Walter Lima.

Na Sejuc

Já no próximo dia 27 de maio, às 14h, os agentes serão novamente recebidos pelo secretário, onde formalizarão as denúncias contra a empresa Reviver.

Segundo informou o assessor de imprensa da Sejuc, Marinho Tiba, participarão da reunião, representantes do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe) e com o corregedor geral da Sejuc, Joselito Rezende.

“Os agentes  fizeram algumas reivindicações de melhorias  e o secretário foi solicito á causa e vai se reunir com a categoria. Um ofício já foi protocolado a pedido deles para que fosse avaliado pelo juiz. Como houveram algumas denúncias,  isso será apurado na reunião para que seja feita de forma oficial à direção do Desipe”, explica Marinho.

Últimas Notícias